Sunday, November 26, 2006

How to be invisible / Como ser invisível

































































How to be invisible / Como ser invisível
































































How to be invisible / Como ser invisível





































































André Alves


Museu da Sociedade Martins Sarmento

25 Novembro 2006


A obsolescência de um universo, de um objecto, de uma prática, é ditada
pela superação de novas formas de representação, novos discursos e
objectos. Ou simplesmente pela extrema solidão desse mesmo universo e
daquilo que o constitui. E se a solidão e a ausência parecem legar um
abandono e nos arrasta para um espaço que não é o do aqui, também nesse
movimento algo de novo se funda, um espaço próprio se clama.

Prolongar uma ausência tende a avivar um sentimento de abandono (pelo
menos para tende a transformar-se em sentimento de abandono quem
aguarda) e a aumentar um sentimento de si enquanto lugar à deriva. Um
lugar que se edifica à volta da possibilidade de um regresso. O espaço
ausente tem a marca um lugar estranho; um lugar onde espera e
isolamento se/nos confunde e seduz. Como Ser Invisível é a afirmação
de um lugar assim.

Wednesday, November 08, 2006

Quebra ou Retrato de C. Pinheiro


The Break or Portrait of C. Pinheiro